Cervejas? Mas não são todas iguais?

É um pensamento comum e perfeitamente natural. Se pensarmos que quando vamos ao bar e pedimos uma cerveja, muitas das vezes não sabemos qual a marca que estamos a beber, qual o interesse de existirem centenas de estilos e marcas? Contudo, acharia normal ir a um restaurante e pedir um copo de vinho, sem saber a marca, a região, eventualmente a qualidade ou o ano? Seria, no mínimo, algo estranho…

Com as cervejas, o pensamento deve ser idêntico ao dos vinhos: há países com cervejas de melhor qualidade do que outros, os diferentes estilos adequam-se ao gosto de cada pessoa e mesmo à época do ano (cervejas mais fortes para o Inverno e cervejas mais leves e frescas para o Verão), há maneiras corretas e incorretas de se saborear uma cerveja, entre muitos outros pormenores importantes.

Espero que no fim da sua passagem pelo blog, tenha descoberto algum fato interessante sobre a cerveja e toda a cultura que a envolve, algo que lhe desperte a curiosidade para que da próxima vez que pedir uma cerveja, o faça pela marca da mesma e não pela tradicional ‘imperial’ ou ‘fino’.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: